Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

É na simplicidade que encontramos as melhores coisas da vida.

26
Fev15

Frango do Campo Provençal

por Cozinha com a Ju

Uma receita cheia de sabores intensos e de um perfume inebriante que vos vai conquistar...

 

frangoprovençal.jpg

 

 

Ingredientes para 6 pessoas

 

1 Frango do campo partido em pedaços grandes

2 Tomates maduros sem pele e sem sementes picadinho

1 Cebola média picadinha

2 Dentes de alho picadinhos

1 Folha de louro

1 Colher de sopa de alecrim seco picado

3 Colheres de sopa de salsa picada

1 Fio generoso de azeite

250 ml de vinho tinto quinta da sequeira

Sal e pimenta preta q.b.

1 Colher de sopa bem cheia de farinha de trigo

Azeitonas para guarnecer

 

 Preparação

 

Colocar o azeite numa panela quando estiver quente adicionar o frango e deixar alourar bem de ambos os lados, adicionar a cebola deixar refogar um pouco e juntar o alho, deixar refogar um pouco e adicionar o tomate, a folha de louro, o alecrim.

 

Deixem apurar um pouco e adicionem o vinho tinto e água até cobrir o frango, assim que começar a ferver temperem com sal e pimenta, mexam e tapem. Deixem cozinhar em lume brando cerca de 20 minutos, 5 minutos antes do final da cozedura adicionem a salsa e a farinha dissolvida num pouco de água, mexam e deixem acabar de cozer.

 

Na altura de servir coloquem as azeitonas, acompanha muito bem com puré de batata

  

Experimentem…

Autoria e outros dados (tags, etc)

24
Jan15

Adoro caldeirada e sempre que tenho oportunidade vou até Peniche e como a melhor caldeirada de peixe que alguma vez provei num restaurante muito familiar mas que eu adoro "O Moleiro" que fica na estrada quem vai da Lourinhã para Peniche.

Confesso que foi a primeira vez que fiz caldeirada e como não tinha os peixes certos fiz de bacalhau. O meu maior crítico adorou, comeu repetiu e voltou a repetir e ele até nem apreia bacalhau.

 

caldeiradabacalhau.jpg

 

 

Ingredientes

 

800 gr de batatas para cozer

4 postas de bacalhau altas

1 pimento vermelho

4 tomates maduros

2 cebolas

2 dentes de alho

2 folha de louro

1 malagueta

1 ramo de salsa

300 ml de vinho branco

Colorau q.b.

Azeite q.b.

Sal q.b.

 

Preparação

 

Comecem por descascar as batatas, lavem-nas, cortem-nas em rodelas com 2cm de espessura. Reservem.

 

Descasquem as cebolas e os alhos e cortem-nos às rodelas finas.

 

Retirem as sementes ao pimento e cortem-no em tiras, retirem as sementes à malagueta e piquem-na bem.

 

Façam uma cruz nos tomates com uma faca e escaldem-nos por 1-2 minutos em água a ferver, passem-nos por água fria, para não se queimarem e retirem-lhes a pele. Cortem os tomates ao meio retirem as sementes e as partes mais rijas e cortem-nos em cubos pequenos.

 

Numa panela adicionem por esta ordem, azeite (um fio generoso) cebola, alho e malagueta, salsa e 1 folha de louro, tomate e pimentos deixas refogar bem e adicionem uma camada de batatas, polvilhem com um pouco de colorau, a outra folha de louro, as postas de bacalhau cortadas ao meio e com a pele virada para cima, e mais uma camada de batatas polvilhadas por colorau. Temperem com sal, reguem com o vinho e se necessário acrescentem água para que tudo fique submerso. Tapem e deixem cozinhar em lume brando.

 

Não devem mexer, de vez em quando abanem a panela ligeiramente.

 

Ao fim de 25-30 minutos a caldeirada está pronta, mas vai depender do tempo de cozedura das batatas.

 

Nota: O vinho que usam nas receitas deve ser o mesmo que bebem, se não gostam do vinho para beber também não o devem usar na comida. Existem vinhos bons que custas à volta de 2 euros se poderem não comprem daqueles que vêm em pacotes pois normalmente são misturas de vinhos vindos sabe-se lá de onde

 

Experimentem…

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

23
Jan15

Queijadas de Évora

por Cozinha com a Ju

Este é um doce que me leva de volta à minha infância, onde no fim da rua onde morava havia uma pequena mercearia que todas as semanas recebia estas benditas queijadas que me deliciavam....

 

queijadasevora.jpg

 

 

Ingredientes para cerca de 20 queijadas pequenas

 

600 gr de queijo fresco, se preferirem usem requeijão mas as de Évora são feitas com queijo fresco de preferência de ovelha

50 gr de farinha trigo sem fermento

350 gr de açúcar

100 gr manteiga sem sal

10 gemas de ovo + 1 clara

1 colher de café de canela

 

Massa

 

350 gr de farinha T65

1 pitada de sal

1 colher de sopa bem cheia de banha

100 ml de água tépida, poderá ser preciso mais

 

Preparação

 

Massa

 

Coloca-se a farinha, o sal, a banha e a água e amassa-se bem, até a massa ficar bem elástica, poderá ser necessário adicionar mais água, coloquem um pano húmido sobre a massa e deixem repousar cerca de meia hora. Estendam a massa o mais fino que conseguirem, cortem círculos de massa e forrem formas previamente untadas com manteiga.

 

Entretanto preparem o recheio.

 

Passem os queijos por um passador de rede, adicionem o açúcar e com a batedeira batam bem até ficarem com um creme bem homogéneo, adicionem as gemas, a clara, a manteiga derretida e batam mais um pouco. Por fim juntem a farinha com a canela e envolvam tudo com uma fara de arames, com o cuidado de não bater.

 

Com a ajuda de uma colher de sopa adicionem o recheio às formas e levem a cozer em forno pré-aquecido a 180 graus até alourarem, mais ou menos 20-25 minutos.

 

 

BeFunky_DSCN1334.jpg.jpg

 

 

Experimentem…

Autoria e outros dados (tags, etc)

23
Dez14

Filhoses Transmontanas

por Cozinha com a Ju

Estas são as filhoses que aprendi com a minha mãe e a minha avó...

 

filhosestransmontanas.jpg.jpg

 

 

Ingredientes para 35 filhoses

1kg de farinha de trigo sem fermento tipo 65
Meia chávena de leite
Meia chávena de azeite fervido
8 Ovos l
Meia chávena de açúcar
Sumo e raspa de 1 laranja grande
Uma colher de sopa de sal
50 gr de levedura fresca
50 ml de aguardente
50 ml de vinho do porto

Preparação

Para conseguirem bons resultados no processo de levedar a massa é essencial que todos os ingredientes líquidos estejam mornos, por isso coloquem os ovos num recipiente com água quente.

Quando acabarem de ferver o azeite juntem o leite, o sal, a aguardente, o vinho do Porto, o sumo e a raspa de laranja. isto vai permitir aquecer o leite e a aguardente e derreter o sal. Atenção os ingredientes têm de estar mornos não quentes por isso se necessário deixem arrefecer a mistura do azeite e leite.

Retirem 50 gr de farinha ao peso inicial, numa tigela larga e funda coloquem a levedura fresca e adicionem 4 colheres de sopa de leite tépido, não juntem leite quente, a levedura é um organismo vivo, e ao adicionar-lhe leite demasiado quente ela morre. Desfaçam a levedura no leite, adicionem a farinha e envolvam bem, deverá ficar uma massa com consistência pastosa. Tapem com película aderente e levem a um lugar quente por 15 a 20 minutos, até levedar.

Numa taça coloquem a farinha e o açúcar, envolvam, adicionem o fermento que prepararam anteriormente e misturem.

Adicionem a mistura morna do leite com o azeite, e batam bem, eu usei a máquina com o gancho para massas mas podem amassá-las à mão vai demorar é mais tempo. Quando virem que está tudo envolvido comecem a adicionar os ovos um a um, envolvendo bem antes de adicionar o outro. A massa terá de ter uma consistência tenra, mas não demasiado mole, por isso pode ser necessário usar mais ou menos um ovo. Se baterem a massa à mão levará cerca de 10 a 15 minutos, até sentirem a massa a fazer bolhas e elástica e sem quebrar, na máquina mais ou menos metade do tempo.

Tapem com pelicula aderente na qual fazem uns furinhos e levem a levedar em local quente e sem correntes de ar. Eu costumo ligar a luz do forno e colocar lá dentro. Quando dobrar de volume, entre 40 a 60 minutos, untem as mãos com um pouco de óleo e moldem as filhoses da seguinte forma, façam uma bola, espalmem-na e comecem a roda-la pelas mãos, os bordos ficam mais grossos e o centro mais fino e fritem em óleo abundante e moderadamente quente, eu prefiro fritar numa frigideira.

Antigamente moldavam-nas no joelho, caso não consigam com as mãos podem tende-las na bancada, untem a bancada da cozinha, façam bolas, espalmem-nas com as mãos e vão puxando a massa de modo a ficarem com o centro fico e os bordos mais grossos.

Escorram sobre papel vegetal e sirvam-nas polvilhadas com açúcar e canela.

Experimentem…

Autoria e outros dados (tags, etc)

23
Dez14

Filhoses da Sogra

por Cozinha com a Ju

Foi a primeira vez que fiz estas filhoses, quem as costuma fazer é a minha sogra...mas eu não tenho a receita, por isso recorri ao paladar para criar a receita... e não é que acertei, bem claro que o marido disse logo que as da mãe eram mehores mas isso é mais que normal.

 

É uma receita simples com pouco açucar e acompanham tão bem o café logo pela manhã

 

filhosesdasogra.jpg

 

 

Ingredientes para 24 filhoses

Nota: Peçam ajuda a algúem para as fritar, é mais rápido estando algúem a virar e a tirar as filhoses.

 

500 gr de farinha de trigo sem fermento tipo 65

Meia chávena de leite

Meia chávena de azeite fervido

3 Ovos l

2 Colheres de sopa de açúcar

Uma colher de chá de sal

1 Pacote de levedura seca

2 Colheres de sopa de aguardente

 

Preparação

 

Para conseguirem bons resultados no processo de levedar a massa é essencial que todos os ingredientes líquidos estejam mornos, por isso coloquem os ovos num recipiente com água quente. Quando acabarem de ferver o azeite juntem o leite, o sal e a aguardente, isto vai permitir aquecer o leite e a aguardente e derreter o sal. Atenção os ingredientes têm de estar mornos não quentes por isso se necessário deixem arrefecer a mistura do azeite e leite.

 

Numa taça coloquem a farinha, o açucar e a levedura seca, envolvam, adicionem a mistura morna do leite com o azeite, e batam bem, eu usei a máquina com o gancho para massas mas podem amassá-las à mão vai demorar é mais tempo.

 

Quando virem que está tudo envolvido comecem a adicionar os ovos um a um, envolvendo bem antes de adicionar o outro. A massa terá de ter uma consistência firme, quase massa de pão, por isso pode ser necessário usar mais ou menos um ovo. Se baterem a massa à mão levará cerca de 10 a 15 minutos, até sentirem a massa a fazer bolhas, elástica e sem quebrar, na máquina demora mais ou menos metade do tempo.

 

Tapem com pelicula aderente na qual fazem uns furinhos e levem a levedar em local quente e sem correntes de ar. Eu costumo ligar a luz do forno e colocar lá dentro.

 

Quando dobrar de volume, entre 40 a 60 minutos, untem a bancada com um pouco de óleo, façam bolinhas de massa e comecem a tendê-las com a ajuda do rolo da massa, que também deve estar untado, a massa deve ficar fina, dêem-lhes 3 cortes com uma faca e fritem em óleo abundante e moderadamente quente, eu prefiro fritar numa frigideira.

 

Escorram sobre papel vegetal e sirvam-nas simples os polvilhadas com acusar e canela.

 

Experimentem…

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

03
Dez14

Aletria Cremosa

por Cozinha com a Ju

Esta é a minha receita de aletria, diferente de todas as outras que conheço, não é melhor nem pior que qualquer outra, apenas é minha e agora também vossa…

 

 

aletria.jpg.jpg

 

 

 

Ingredientes

 

1 Litro e meio de leite gordo

200 ml de natas

1 Pau de canela

Casca de 1 limão pequeno

250 gr de açúcar, aqui dependerá do gosto de cada um.

250 gr de aletria

6 Gemas de ovo

Canela em pó q.b.

 

Preparação

 

Levar ao lume o leite com o açúcar, o pau de anela e a casca do limão, quando começar a levantar fervura adicionar a massa e deixar cozer em lume brando tapado, cerca de 10-15 minutos para que a aletria fique tenrinha.

 

Batam as gemas e juntem as natas, adicionem um pouco do leite quente da aletria e mexam bem. Quando a aletria estiver quase pronta adicionem este preparado em fio e mexam para que as gemas não talhem. Deixem acabar de cozer. Retirem a casca de limão e o pau de canela, vertam para uma travessa e deixem arrefecer um pouco para criar “crosta”, salpiquem com canela em pó, eu gosto bastante de canela por isso a minha fica bem salpicadinha.

 

A aletria deverá ficar bastante cremosa, pois ela vai acabar por endurecer um pouco, e se não ficar bastante cremosa acaba por endurecer quando arrefecer. Se virem que precisa de mais líquido quando estiver a cozer, adicionem um pouco mais de leite ou água.

 

Experimentem…

Autoria e outros dados (tags, etc)

03
Jun14

Feijoada de Chocos com Camarão

por Cozinha com a Ju

Este tipo de comida é a minha perdição, comida de conforto...é o nome que agora lhe dão, antes chamava-mos comida caseira, seja lá o nome que lhe dão o que interessa é que continua a ser daquelas comidas que quase todos gostamos.

 

 

 

 

 

 

Ingredientes para 4 pessoas

 

1kg de choco grande cortado em pedaços, este peso é o peso do choco limpo

12 Camarões médios sem cabeça e descascados

3 Chávenas de feijão branco cozido

100 gr de chouriço meio-gordo cortado em rodelas finas

2 Cenouras médias cortadas em rodelas

1 Malagueta média cortada em pedaços pequenos

2 Folhas de louro

1 Cebola média picadinha

2 Dentes de alho picadinhos

1 Colher de sopa de pasta de tomate

1 Pimento vermelho médio cortado em tiras finas

150 ml de vinho tinto

Azeite q.b.

Sal e pimenta preta q.b.

Água q.b.

1 Ramo de coentros picado

 

 

 

 

 

Preparação

 

Colocar a cebola juntamente com o chouriço e o azeite numa panela, levar ao lume e deixar refogar um pouco, adicionar o alho, o louro, o pimento, e a malagueta, deixar refogar mais um pouco e adicionar o choco, a cenoura e a pasta de tomate, mexer e adicionar o vinho, deixar levantar fervura para o álcool evaporar temperar com sal e pimenta, adicionar água até cobrir o choco, e quando levantar fervura novamente tapar e deixar cozer em lume brando cerca de 25 minutos, ou até o choco estar quase cozido, nesta altura adicionar o feijão e o camarão e deixar cozinhar cerca de 5 minutos.

 

Na altura de servir salpica-se com coentros e mexe-se um pouco.

 

Acompanha com um arroz branco seco.

 

Experimentem…

Autoria e outros dados (tags, etc)

03
Mai14

Biscoito da Teixeira

por Cozinha com a Ju

A minha mãe veio passar o fim de semana cá em casa, disse-lhe para provar o bolo que tinha feito e se lhe lembrava alguma coisa, a primeira coisa que disse  foi "fizes-te biscoito da Teixeira" e esta foi a confirmação que precisava para ter a certeza que esta era a receita. A receita foi feita tentando-me relembrar dos sabores, pois por mais que procurasse nunca encontrei a receita. Espero que gostem tanto quanto a minha mãe.

 

 

 

 

Ingredientes

 

1 Chávena de açúcar

2 Chávenas e meia de farinha trigo sem fermento

5 Ovos

½ Colher de chá de sal

1 Colher de chá de bicarbonato

1 Colher de chá de fermento

2 Colheres de sopa de água quente

Sumo e raspa de um limão grande

 

Preparação

 

Aquecer o forno a 200 graus, preparar uma forma quadrada, eu forrei com folha de papel vegetal mas podem untar com manteiga e salpicar com farinha.

 

Bater os ovos com o açúcar até obter um preparado esbranquiçado, adicionar o sumo e a raspa de limão, bater mais um pouco.

 

Em outra taça adicionar a farinha, o fermento e o sal, misturar bem, adicionar o preparado dos ovos envolver a farinha e antes de verter para a forma adicionar o bicarbonato à água quente e misturar à massa. Verter para a forma e levar cerca de 15 minutos, fazer o teste do palito…

 

Desenformem passado 2-3 minutos e deixem arrefecer por completo antes de consumirem, não cortem com uma faca mas sim com a mão.

 

Experimentem…

Autoria e outros dados (tags, etc)


Quem sou

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Onde Estou

Top blogs de receitas Todas as receitas estão no Petitchef

Parcerias



Os melhores fãs do mundo



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D