Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

É na simplicidade que encontramos as melhores coisas da vida.


16
Abr14

Folar doce - Páscoa

por Cozinha com a Ju

Aprendi a fazer massas levedas, (pães, folares, bolas..) á custa de muitos desastres, ora era a massa que não levedava, ora era o pão que ficava duro, em fim um cem número de incidentes que me ensinaram muito. Hoje consigo fazer massas que levedam, pães que ficam deliciosos, bolas fofas e pela primeira vez na vida aventurei-me nos folares e não é que ficaram lindos e bons! Acho que esta passou a ser a minha massa de eleição, a combinação da canela, baunilha e laranja são a chave para um sabor tão delicado.

 

 

 

Ingredientes

 

 

1 kg de farinha trigo sem fermento + 1 chávena

25 gr de fermento de padeiro podem comprá-lo em qualquer supermercado

Água tépida q.b.

1 Colher de sobremesa de sal

1 Chávena e meia de açúcar

1 Chávena e meia de leite

1 Chávena de margarina

4 Ovos M

1 Colher de sobremesa de canela

1 Pau de canela

1 Vagem de baunilha

1 Colher de sopa de aguardente

1 Colher de sopa de raspa de limão

2 Colheres de sopa de raspa de laranja

 

Ovos cozidos

 

1 Gema de ovos batida numa colher de sopa de água para pincelar

 

Preparação

 

Nota – o fermento deve ser preparado de véspera, seguindo as indicações excepto a parte de cobrir com a película e colocar num sítio quente, em vez disso, deixar numa taça larga e alta na bancada da cozinha da noite para a manhã seguinte.

 

Começamos por fazer o fermento, desfaz-se o fermento de padeiro em 5-6 colheres de sopa de água tépida, a água não pode estar quente, o fermento é um organismo vivo se lhe adicionarmos água quente estamos a condená-lo à morte, este é um erro muito comum e depois as massas não levedam, juntar chávena de farinha e envolver bem, tem de ficar com uma consistência pastosa por isso se necessitar coloquem mais água. Cobrimos com pelicula aderente e colocamos a “inchar” num local quentinho, eu coloco no forno apenas com a luz acesa. Passado 30-45 minutos retiramos com cuidado.

 

Cozemos os ovos da seguinte maneira, para os mais escuros 1 cerveja preta 1 colher de sopa de vinagre e 1 pitada de sal, cozemos por 15 minutos e deixamos arrefecer os ovos na água, para os vermelhos eu usei amoras, agua, sal e vinagre mas fica mais barato comprarem corante, coloquem o corante da cor que desejarem adicionem o sal e o vinagre e depois de 15 minutos a cozerem deixem os ovos arrefecer por completo na água.

 

Levamos o leite ao lume, adicionamos a raspa da laranja, a raspa do limão, a canela em pó e o pau de canela, a vagem de baunilha – nota abrir a vagem no sentido longitudinal retirar as sementes e adicioná-las também ao leite, deixamos aquecer bem mas sem ferver e vamos mexendo. Retiramos depois a vagem e o pau de canela e deixamos a arrefecer.

 

Derretemos a margarina no micro-ondas e deixamos arrefecer.

 

Colocamos a farinha na batedeira com o gancho da massa e abrimos uma covinha, adicionamos o fermento e ligamos a máquina no mínimo, vamos adicionando os ovos um a um, quando os ovos estiverem bem envolvidos adicionamos o açúcar, a aguardente e o preparado do leite aos poucos, aumentamos a velocidade da máquina e deixamos a bater por 5-6 minutos, ou até a massa ter uma consistência lisa e elástica.

 

Polvilhamos um alguidar com farinha, colocamos a massa polvilhamos com farinha e tapamos o alguidar, não a massa, com um pano e colocamos a levedar num sítio quente, forno com luz acesa, até dobrar de volume, a mim demorou cerca hora e meia.

 

Vamos agora tender

 

Polvilhamos muito bem a bancada com farinha e as mãos, dividimos a massa em pedaços do tamanho que desejarem, polvilhem-na com farinha para não se colar e tendam a massa nos formatos que mais gostarem, eu fiz em rosca e um dito tradicional.

 

A rosca faz-se da seguinte forma:

 1º Esticamos a massa, fazendo-a rolar sobre as mãos

 

 

 2º Dobramos a massa ao meio     3º vamos fazendo uma trança

 

 

 

Nota: A trança é apenas para vocês verem o aspecto, tem que ficar mais juntinha, não deixem um buraco tão grande

 

Coloquem uma folha de papel vegetal e polvilhem bem com farinha, coloquem os vossos folares, pincelem-nos com a gema de ovo e se quiserem coloquem-lhe decorações, eu usei pepitas de chocolate, perolas e uns rolinhos coloridos. Levem novamente ao forno apenas com a luz acesa para levedar. Cerca de 40 minutos, até dobrar o volume.

 

Retirem o tabuleiro com cuidado, não façam movimentos bruscos, não deixem que haja correntes de ar, as massas que tem de levedar têm de ser tratadas como bebés, e aqueçam o forno a 200 graus.

 

Antes de colocarem os folares no forno adicionem os ovos cozidos, carregando ligeiramente contra a massa, levem a cozer cerca de 20-30 minutos, façam o teste do palito, os folares estão cozidos quando batidos por baixo emitirem um som oco, o mesmo acontece no pão.

 

E agora o mais importante: “Tenham uma Páscoa Santa" junto dos que vos fazem felizes e com uma mesa cheia de coisinhas deliciosas”

 

Experimentem…

Autoria e outros dados (tags, etc)



Quem sou

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Onde Estou

Top blogs de receitas Todas as receitas estão no Petitchef

Parcerias



Os melhores fãs do mundo



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D